EMPRESA PARCEIRA

Cartão Solidário Sorocred GPACI

Os benefícios financeiros
Apesar de não haver um programa eficaz de estímulo à filantropia no país, existem algumas ações que contam com o apoio do governo: ações que incentivam a Cultura e doações ao fundo da Criança e do Adolescente. Nestes casos o limite da dedução do imposto é de 6% para pessoa física e 1% para pessoa jurídica.

Aumento da fidelidade do cliente
O consumidor prefere empresas que se preocupam com o bem-estar social. Quando este bem-estar envolve crianças, esta comoção é ainda maior, principalmente se estas sofrem de doenças de difícil tratamento e se suas famílias não possuem condições financeiras para custeá-lo. Não se trata apenas de uma comoção por um ser vivo, e sim, por um ser que representa o futuro.

Cobertura da imprensa
A propaganda espontânea gerada por ações solidárias provoca um grande retorno para as empresas que apóiam essa causa. Por se tratarem de matérias não pagas, esta forma de comunicação com o mercado é um método muito eficiente de se trabalhar a imagem da organização.

Aumento de vendas
Algumas promoções podem ser desenvolvidas pela empresa patrocinadora, nas quais parte do lucro arrecadado da venda de um produto pode ser encaminhado para o GPACI. Por se sentir contribuindo para o social, o consumidor tende a priorizar a compra daquele produto. Trata-se da solidariedade interferindo na decisão de compra.

Satisfação dos funcionários
Os funcionários de uma organização cidadã também se sentem orgulhosos de fazer parte de uma empresa que visa o seu bem-estar e de sua comunidade. O GPACI aceita e precisa de trabalhos voluntários. Alguns dos funcionários de sua empresa podem se envolver com a nossa causa pessoalmente, ou mesmo que não o faça, se sentirão solidários com o seu trabalho na organização, o que propiciará uma dedicação maior às suas atividades.